Parecer sobre o PNEC2030
void
No Mundial do Ambiente estivemos a trabalhar para a proteção do clima!
O GEOTA considera que o PNEC tem objetivos louváveis, embora a sua concretização careça de medidas operacionais eficazes, sendo que as medidas propostas deveriam ser mais ambiciosas de modo a garantir o seu alcance efetivo

data
: 06-06-2019



Parecer do GEOTA sobre o PNEC 2030


5 junho 2019


O GEOTA submeteu ontem, 5 de junho, um parecer ao Plano Nacional de Energia e Clima 2030 (PNEC), no âmbito do processo de consulta pública, considerando que, não obstante os objetivos propostos irem ao encontro do defendido desde há décadas, as metas apresentadas não serem suficientes para a sua concretização. O parecer apoiou-se no estudo desenvolvido na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, “Estratégia energética alternativa: princípios e identificação de medidas - Relatório síntese”, cujos resultados preliminares foram apresentados em sessão pública a 4 de junho, e na análise do quadro legal vigente elaborado pelo Centro de Estudos de Direito do Ordenamento, do Urbanismo e do Ambiente (CEDOUA) da Universidade de Coimbra, no âmbito da Rede Douro Vivo, coordenada pelo GEOTA.
O GEOTA considera que o PNEC tem objetivos louváveis, embora a sua concretização careça de medidas operacionais eficazes, sendo que as medidas propostas deveriam ser mais ambiciosas de modo a garantir o seu alcance efetivo